Salada de maçã verde com escarola e amêndoas

Para quem ficou com vontade de comer a salada da foto publicada no post da ESCAROLA, segue a receita da Fabiana Badra, foodstylist do site www.receitas.ig.com.br

salada de escarola

Enjoy!!

INGREDIENTES

  • 2 colheres (sopa) de vinagre de maçã
  • 1 colher (sopa) de cebolinha picada
  • 2 colheres (sopa) de mostarda
  • 5 colheres (sopa) de azeite extravirgem
  • ½ xícara (chá) de queijo tipo gorgonzola esmigalhado
  • 1½ xícara (chá) de maçã verde picada com casca
  • 1½ xícara (chá) de salsão picado
  • 2 miolos de escarola cortados em fatias largas
  • ½ xícara (chá) de amêndoas ou castanhas do Brasil torradas
  • Sal e pimenta-do-reino moída na hora, a gosto

MODO DE PREPARO

Em uma tigela pequena, misture o vinagre, a cebolinha, a mostarda e o azeite. Junte 2 colheres (sopa) do queijo gorgonzola e misture bem. Em outra tigela, misture a maçã e o salsão e junte 2 colheres do molho. Na hora de servir a salada, coloque a escarola em uma saladeira ou pratos individuais, adicione a maçã e o salsão e espalhe as amêndoas. Sirva com colheradas do molho e com o queijo restante.

Uma sociedade inflamada!

pessoas

Quando vou ao supermercado e vejo carrinhos e mais carrinhos cheios de produtos (alimentícios), coloquei entre parênteses porque aqui coloco uma pergunta que não quer calar….as pessoas estão realmente informadas sobre os produtos que estão comprando? Pois saiba que tem produtos que chegam ao prato que foram feitos para vender e não para comer!! Bem…pode comer uma vez ou outra….se não tiver naquele momento outra opção.

Penso que escolhas alimentares muitas vezes são condicionadas pela publicidade, as pessoas não são ensinadas a ESCOLHER!! Vou dar um exemplo: tem algum anúncio na TV, jornais e revistas onde as pessoas são ensinadas a consumir frutas in natura, como laranja, maçã, morango…? Geralmente não, o anúncio na TV ou em revistas, mostram como pessoas podem ficar muito saudáveis consumindo o sumo das frutas (suco em pacote longa vida por ex.), mas se alguém ler os rótulos das embalagens vão constatar que contém muito açúcar, frutose, acidificantes, etc., e o mais importante não tem… que é a “fruta”!!

supermercado

 

Os alimentos industrializados são bem práticos, pois já vêm prontos ou semi-prontos. O único trabalho é abrir a embalagem, e mesmo as embalagens estão cada vez mais fáceis de abrir. Além da praticidade, os alimentos industrializados também possuem um prazo de validade bem maior do que os produtos “in natura”, tornando fácil o armazenamento. Mas pra que esse alimento dure mais, é adicionado milhares de aditivos químicos, como conservantes, corantes e adoçantes, que, na grande maioria das vezes, não faz bem à saúde (leia mais sobre isso no nosso post Campanha contra aditivos), podendo causar desnutrição em nutrientes fundamentais e sem falar na alta ingestão de calorias vazias. O nosso organismo não consegue lidar com essas cargas tóxicas, dando um efeito rebote que é a inflamação!!

Estamos cada vez mais inflamados… origem da maior parte das doenças endócrinas, metabólicas, autoimunes, degenerativas e alérgicas. As novas epidemias devem-se sobre tudo aos estilos de vida e à alimentação que fazemos.

É muito triste, pois minha preocupação maior é com a geração dos nossos filhos, que terá uma expectativa de vida reduzida por causa dos estilos de vida e da alimentação. Mas podemos mudar isso!! É preciso informar, ensinar e consciencializar a população.

piramide

*Lembrando que “O alimento é a condição única e essencial para a manutenção, serve para: nutrir, saciar a fome e é o combustível para todas as atividades do corpo humano”.

As pessoas não estão abertas para variedade alimentar, elas comem quase sempre o mesmo!!! O nosso organismo é formada por trilhões de células e cada célula precisa de muitos nutrientes diferentes para o bom funcionamento…então o que vamos comer???

Imagem do site: www.mundoboaforma.com.br
Imagem do site: www.mundoboaforma.com.br

Vamos voltar ao carrinho do supermercado….

Temos centenas de alimentos à escolha, mas precisamos de tanta coisa?

O que precisamos é de maior diversidade de alimentos. Os produtos que vemos nas prateleiras, são provenientes de quatro ou cinco alimentos: Cereais, lácteos, açúcares e gorduras.

Quanto aos cereais, escolha os que são mais complexos, como os integrais, sem adição de açúcar. Evite comprar muitos doces… como são muito coloridos pense em quanto corante tem…

Os produtos lácteos saiba qual escolher, ou melhor… faça seu iogurte em casa, leia sobre isso no post sobre Bebida láctea X Iogurte X Iogurte grego.

A quantidade de legumes, frutas, oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas…), já pensou na variedade de saladas que se pode fazer e regado com azeite de oliva?

Também pode se congelar muito bem os alimentos sem perder os nutrientes, veja nosso post sobre branqueamento de alimentos, então a desculpa de comer somente alface e tomate como salada não cola!!

Quanto as carnes, peixes não há necessidade de grandes quantidades diárias, melhor ter a qualidade; mais peixe (incluindo cavala e sardinhas, frescas ou em conserva de azeite) e ovos (podem ser consumidos três ou quatro por semana) são opções muito boas.

Arroz (parboilizado), leguminosas, batatas….refrigerante, suco de caixinha ops esses nããooo! Vamos trocar o refri e o suco de caixinha por água ou por suco natural.

Quanto aos temperos, de preferência aos naturais (salsinha, cebolinha, cebola, pimenta, cúrcuma….), os temperos industrializados tem muito aditivos, corantes, etc. e assim penso que já está mais fácil de fazer suas compras não é?

**Dica: Antes de ir ao supermercado devemos fazer uma lista de compras. E antes de comprar certos produtos alimentares é obrigatório perguntar: “Preciso mesmo disto? Vou ficar mais forte, inteligente? Tem mais nutrientes?

Ocasionalmente, podemos comprar tais alimentos que não comportam nenhum valor nutricional, mas que agradam ao paladar, mas isso é num dia de festa.

Autora: Iolande Aardoom

CAMPANHA CONTRA ADITIVOS: FAÇA A SUA PROPRIA COMIDA!

Achei muito interessante compartilhar o que encontrei no site da proteste.org.br… A matéria que me chamou a atenção se refere às diferenças da composição de alimentos processados e daqueles feitos em casa. Foi montada uma tabela que deixou muito claro o que estamos ingerindo ao escolher uma preparação pronta (industrializada) ao invés de fazer a preparação em casa, com ingredientes frescos.

corte de ingredienteingredientes

“Tente resgatar na sua rotina o hábito de cozinhar, além de ser uma atividade prazerosa, é a melhor forma de ter controle sobre o que sua família está consumindo. Desta forma você consome um alimento de verdade e não uma mistura de aromas, realçadores de sabores, corantes e espessantes. Estes ingredientes pouco conhecidos, porém muito consumidos, são usados para deixar as comidas prontas “parecidas” com as receitas preparadas em casa”(http://www.proteste.org.br/alimentacao/nc/noticia/faca-sua-propria-comida-e-livre-se-dos-aditivos).

temperando ingredientes

Confira alguns exemplos e comparações entre estes dois tipos de alimentos:

PIPOCA

Industrializado (de micro-ondas)

Feito em casa

Milho, gordura vegetal, sal, aromatizante e realçador de sabor glutamato monossódico.

Milho, óleo e sal.

SOPA DE CARNE COM LEGUMES

Industrializado

Feito em casa

Macarrão conchinha, sal, batata purée, extrato de levedura, cenoura, gordura vegetal, alho porro, repolho, cebola, extrato de carne, alho, maltodextrina, amido, farinha de milho, louro, aipo, pimento-do-reino preta, realçadores de sabor glutamato monossódico, corante caramelo e extrato oleoso de urucum, aromatizante e acidulante ácido cítrico.

Macarrão, carne bovina, batata, cenoura, mandioquinha, orégano, azeite, cebola, alho, coentro e sal.

CALDO DE CARNE

Industrializado

Feito em casa

Sal, gordura vegetal, amido, açúcar, água, alho, cebola, extrato de carne bovina, salsa, louro, pimenta vermelha, gengibre, cúrcuma, realçadores de sabor glutamato monossódico e inosinato dissódico, corantes caramelo III e urucum e aromatizantes.

Água, músculo bovino, cebola, cenoura, salsão, alho poró, louro, alho, cebolinha, manjericão, salsa, tomate e sal.

 MOLHO PARA SALADA – Caesar Salad

Industrializado

Feito em casa

Água, óleo de soja, vinagre, açúcar, alho, sal, mostarda, xarope de glucose, soro de leite, gordura vegetal, amido modificado, cebola, salsa, leite em pó, pimenta-do-reino preta, estabilizante goma xantana, acidulante ácido lático, conservador sorbato de potássio, emulsificante mono e diglicerídeos de ácidos graxos, aromatizante, antioxidantes BHT e BHA e sequestrante EDTA cálcio dissódico.

Anchova em conserva, alho, queijo parmesão, maionese, iogurte natural, azeite e pimenta preta.

HAMBURGUER

Industrializado

Feito em casa

Carne bovina, água, gordura bovina, proteína texturizada de soja, gordura vegetal hidrogenada, maltodextrina, sal, condimentos naturais, pimenta, proteína vegetal hidrolisada, regulador de acidez lactato de sódio,

estabilizante

polifosfato de sódio, realçador de sabor glutamato monossódico, antioxidante eritorbato de sódio, corante vermelho de beterraba, aromas naturais.

Carne bovina, cebola, alho, sal, orégano e aveia.

EMPANADO DE FRANGO

Industrializado

Feito em casa

Peito de frango, farinha de trigo fortificada com ferro e ácido fólico, água, gordura vegetal, amido, farinha de arroz, proteína de soja, sal, cebola, vinagre, leite em pó integral, sal hipossódico, dextrose, dextrina, pimenta preta, aromatizantes: aromas naturais, realçadores de sabor: inosinato e guanilato dissódico e glutamato monossódico, corantes naturais: urucum, cúrcuma e páprica, espessante: goma guar.

Peito de frango, ovo, farinha de rosca, pimenta-do-reino, alho e sal.

Preciso escrever mais alguma coisa???

lets-cook-at-home1

Autora: Karen Dykstra Carmona

CONSERVANTES

Há alguns dias vi um post compartilhado por uma amiga nutricionista que me fez lembrar porque odeio amar panetones! rs Chega o final do ano, aqueles panetones  e chocotones deliciosos a venda nos mercados com seus prazos de validade praticamente indeterminados. Convenhamos, 3 meses de vida de prateleira para uma massa de “pão doce com frutas secas” deve ser encarado como um alerta! Pense no absurdo de conservantes e estabilizantes necessários para garantir a “qualidade” do produto até o vencimento?

E não são apenas os panetones que merecem nossa atenção… qualquer bolo e pão industrializado requer uma quantidade grande de conservantes/estabilizantes. Opte por versões mais naturais e “caseiras”, especialmente se oferecer para as crianças. Esses bolos de pacotinho são péssimas opções para lanche das crianças na escola: rico em açúcar, gorduras trans e conservantes, aromatizantes artificiais. Prefira o panetone da panificadora do que as tradicionais industrializadas de caixinha. Melhor ainda, faça o seu próprio panetone #Campanhacontraaditivos. Vou tentar algumas receitas em casa: aceito receitas e dicas. Compartilharei quando o teste der certo! rs

Enfim, feliz, porém triste que a época de panetones finalmente chegou! rs Então vamos colocar a mão na massa, literalmente??

Imagem do site: http://www.ruadoalecrim.com.br

Autora: Karen Dykstra Carmona