A introdução do ovo na alimentação infantil!

 

ovo

Os ovos podem ser dados a partir dos 6 meses de idade e devem estar completamente cozidos para evitar uma intoxicação alimentar.  Deve-se, porém, inicialmente, ofertar a gema na papa e observar se aparecem sintomas de alergia. Caso não note alterações no bebê (inchaço, urticária, diarreia, náuseas, vômitos, etc), introduza também a clara do ovo em outra ocasião. A alergia ao ovo é menos frequente do que se pensa, porém havendo histórico familiar de alergias ou dermatite atópica é mais propenso que a criança também tenha. Para eliminar as suspeitas, ofereça o ovo por 2-3 dias consecutivos, e observe se aparece algum sintoma.

cozido

Faça a introdução gradual da gema – na primeira vez ofereça apenas 1/4 da gema. Na segunda vez, meia gema e na terceira vez, a gema inteira. Depois,  o ovo inteiro.

O consumo de ovo não deve superar a 3 unidades por semana e não deve ser acompanhada de qualquer proteína animal.

Leia mais sobre ovos no nosso post “O Ovo Nosso de cada dia”.

Autoras: Karen Dykstra Carmona & Iolande Aardoom

 

Fonte:

KARMEL, A. O Livro Essencial da Alimentação Infantil. Receitas deliciosas e respostas para as duvidas mais comuns. Tradução: Elenice B. Araújo. São Paulo: PubliFolha, 2010.

One thought on “A introdução do ovo na alimentação infantil!

Deixe uma resposta