Que tal apimentar as coisas?

Depois do sal, é o condimento mais utilizado no mundo e encontrado em quase todos os lugares atualmente. As pimentas realçam o sabor dos alimentos e, além disso, pode trazer muitos benefícios…

Imagem do site: http://www1.folha.uol.com.br/comida/1087921-chefs-criam-festival-de-pimenta-para-estimular-paladares-avessos-aos-sabores-picantes.shtml
Imagem do site: http://www1.folha.uol.com.br/comida/1087921-chefs-criam-festival-de-pimenta-para-estimular-paladares-avessos-aos-sabores-picantes.shtml

É importante saber que as pimentas são divididas em duas famílias: o grupo capsicum, originário da bacia Amazônica (malagueta, a dedo-de-moça e a tabasco, e etc) e as piperáceas, vindas da Ásia, das quais a espécie mais famosa é a pimenta-do-reino.

Nas pimentas do primeiro grupo, encontramos a “Capsaicina”, substância que tem um grande potencial antioxidante (reduz os radicais livres responsáveis pelo envelhecimento) e termogênico (aceleram o metabolismo). A quantidade de capsaicinoides de cada uma destas pimentas varia de acordo com a ardência dos frutos, quanto mais picante, maior a ação benéfica. Além disso, a capsaicina também tem ação analgésica, energética, expectorante, digestiva, antioxidante e vasodilatadora. Rica em vitamina A, B1, B2, C, E e niacina.

A capsaicina adicionada à dieta pode reduzir o desejo de comer, sendo benéfico ao tratamento da obesidade, pois ela estimula a produção de endorfina, hormônio que produz a sensação de bem estar. As pimentas aumentam a taxa metabólica do organismo e este efeito térmico faz com que aproximadamente 6 gramas de pimenta queimem cerca de 45 calorias. O brasileiro consome em média 3g/dia!

Os frutos maduros são vermelhos, mas podem variar desde o amarelo até o preto, além de alaranjado, salmão e roxo. O formato varia segundo a espécie, e há frutos alongados, arredondados, triangulares e quadrados.

Imagem do site: http://www.saboresdochef.com/1841/pimenta-conheca-os-diferentes-tipos-e-como-usar
Imagem do site: http://www.saboresdochef.com/1841/pimenta-conheca-os-diferentes-tipos-e-como-usar

As espécies do gênero Capsicum mais cultivadas no Brasil são:

Bode  – frutos arredondados ou achatados, vermelhos e amarelos. É muito picante e os frutos maduros são utilizados principalmente em conservas.

Cambuci  – frutos vermelhos em forma de campânula ou de sino. Com sabor adocicado, pode ser utilizada em saladas.

Cumari-do-pará  – frutos triangulares e amarelos quando maduros. Bastante picante, é utilizada em conservas.

Cumari-verdadeira – frutos arredondados ou ovalados, vermelhos e é considerada uma das pimentas mais fortes. Não é recomendada no uso de receitas. Ela é usada na maioria das vezes para preparar comidas em conserva que levam um toque ardido.

Dedo-de-moça  – frutos alongados e vermelhos. Sua pungência é baixa e é utilizada em molhos, saladas, conservas e desidratada em flocos (pimenta calabresa).

Jalapeño – originária do México, com frutos grandes, sabor forte e pungência mediana. Quando seca, ela é defumada e fica conhecida como chipotle.

Malagueta  – uma das mais cultivadas é vermelha, mede de 1,5 e quatro centímetros. Com pungência de média para alta, é a mais utilizada para “esquentar” o acarajé, molhos de feijoada e carnes.

Pimenta-de-cheiro – frutos alongados, triangulares ou retangulares. A coloração também é variável (amarelo-leitoso ao preto), assim como a pungência (doce até muito picante). Indicada para o preparo de peixes.

A ESCALA SCOVILLE

A escala Scoville é uma medida que indica o grau de picância de uma pimenta.O numero de unidades Scoville indica a quantidade de capsaicina presente. A escala tem o nome do seu criador, o quimico americano Wilbur Scoville.

escala de ardência

Vale ressaltar que, cada organismo é único, indivíduos diferentes podem apresentar reações distintas à ingestão da pimenta. A tolerância individual deve ser sempre respeitada.

Uma curiosidade….

Há quem utilize a pimenta como tempero do amor, por acreditar que seja afrodisíaca, e também os que juram que ela afasta o “mau-olhado”.

Imagem do site: cirandanovemusas.blogspot.com
Imagem do site:
cirandanovemusas.blogspot.com

Seguem duas receitas Tailandesas que SUPER INDICO!!!!

 SWEET CHILLI SAUCE ( molho de pimenta doce)

Ingredientes:

400 ml de vinagre de arroz

400 g de açúcar

60 g de pimenta dedo de moça

4 dentes de alho

20 ml de fish sauce

Modo de Preparo:

Lave as pimentas. Corte-as ao meio e com a ajuda de uma colher retire as sementes (se desejar mais picante mantenha as sementes). Moa com a faca e as reserve. Descasque o alho e faça uma moagem com a faca, reserve. Coloque o vinagre, o açúcar, a pimenta e o alho em uma panela e reduza até chegar a consistência desejada. Coloque o fish sauce. Em seguida espere esfriar. E sirva em molheiras.

CALDA DE HIBISCOS

Ingredientes

400 g de vinagre de arroz

400 g de açúcar refinado

20 g de hibiscos (pode usar um sachê de chá)

10 g de pimenta dedo de moça

1 g de sal

Modo de preparo

Lave as pimentas, corte-as ao meio e retire as sementes com uma colher (se desejar mais picante, mantenha as sementes). Pique as pimentas e as flores desidratadas de hibiscus com uma faca e reserve. Em uma panela coloque o vinagre de arroz, o açúcar refinado, o hibiscus e a pimenta. Reduza lentamente até a consistência desejada. Adicione o sal. Espere esfriar e sirva com sorvete.

Autora: Iolande Aardoom

keep-calm-and-seja-pimenta

Referência:

A história da pimenta. Disponível em: http://mrpeppersartori.no.comunidades.net/index.php?pagina=1864053912

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *